Lipa Rima Com Pipa

|by Ana Vougo

Filho da P#t@

 

Bárbara Guimarães contou ao país esta semana que tem cancro da mama. Antes dela, outras famosas também o fizeram. Sofia Ribeiro, Fernanda Serrano, Simone de Oliveira, Carla Andrino, entre outras (infelizmente).

Mais uma mulher, entre um sem número delas, a viver este drama.

Não escrevo este post por ela ser famosa. As outras também tiveram esta doença e eu nunca escrevi nada.

Na verdade este post não é (só) sobre ela. Este post é sobre as Paulas, as Marias, as Anas, as Helenas, as Claras, e tantas outras mulheres que sofrem com esta doença, mas que não saem nas capas das revistas nem aparecem na televisão.

A Bárbara, por ser famosa, dá hoje a cara (neste post) por todas as outras mulheres que vivem a mesma luta que ela.

CANCRO: Seja da mama, da tiróide, do pulmão, do fígado, do estômago…seja de que parte do corpo for. O Cancro é um Filho da puta!

Chega devagarinho, ninguém dá por ele… quando damos conta já está a fazer merda… o objetivo é de nos matar ou de matar quem mais amamos… é um filho da mãe.

Metes-me raiva, sabes?

Já me roubaste muitas pessoas. Já me roubaste A pessoa.E isso eu não te perdoo.

Todos nós conhecemos alguém que já teve ou tem cancro da mama. Todos nós sabemos isso mas poucos sabemos da luta, da dor, da dificuldade que são os tratamentos, as dores, as quimios, a perda do cabelo…

O filho da puta roubou-me uma pessoa que eu amava muito. Sinto saudades dessa pessoa. Sinto que foi cedo demais, que perdeu uma luta desleal e que o cancro foi um covarde de primeira com ela.

Lembro-me do dia em que ela soube que ia perder a luta. Do que me disse quando me contou. Do desespero. Da dor. Do sofrimento de saber que vai partir e que vai deixar quem mais ama para trás.

Odeio o cabrão do Cancro.

Odeio como ele manda em nós, como nós temos de lhe obedecer.

Sou pela fé, pelo pensamento positivo. Sou pelo “vai tudo correr bem”, porque cada vez mais assim o é. E Graças a Deus que hoje em dia a taxa de sobrevivência é cada vez maior!

Fico grata que a ciência vá evoluindo e vá salvando tantas mulheres, e homens também.

Minhas mulheres, cuidem de vocês. Façam os vossos exames de rotina, o exame de palpação da mama. Estejam atentas a qualquer alteração. Se alguma coisa estiver errada, não hesitem e vão ao vosso médico. Não percam tempo. O tempo é mesmo precioso nestes casos.

E aqui está mais um post a reclamar sobre o Cancro.

Este é o post em que eu lhe digo que o odeio, que ele devia morrer de cancro para ver se gostava, que devia ficar careca e que devia passar por tudo sozinho. Que devia viver todo o sofrimento e dor que causa aos outros sozinho.

És um enorme filho da puta, um cabrão nojento. Um ordinário que eu espero que matem rápido.

Odeio-te. És um pedaço de merda.

Este é só mais um post que fala do quanto se odeia o cancro. É o meu post. É a minha revolta. É a minha dor.

Apenas mais um. Mas este é meu.

 

Nota: Desculpem-me os mais sensíveis, a linguagem.

 

25 Agosto, 2018

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com