Lipa Rima Com Pipa

|by Ana Vougo

Para a minha Mãe

Sempre tive uma relação muito umbilical com a minha mãe.

Somos unidas desde o  primeiro momento.

Quando penso nela as primeiras coisas que me vêm à cabeça são: os seus olhos verdes azulados lindos, o cabelo loiro, as mãos suaves, o sorriso aberto, sempre a cantar enquanto cozinha e muito vaidosa.

Cresci com o exemplo de uma mulher guerreira, que já passou por muitas coisas na vida. Que já teve grandes desgostos na vida mas que nunca se entregou à pena de si mesma, nem à dor. Uma mulher que nunca baixou os braços e muito trabalhadora.

A minha mãe não consegue ficar quieta cinco minutos. Diz que se cansa. Mas a verdade é que nunca a vejo quieta. Só pára para ver os seus filmes. O “Dança Comigo” é o seu preferido e o Roberto Carlos a sua paixão.

Com ela ganhei o gosto pela maquilhagem e pelos cremes e pelos perfumes.

Desde sempre a vi maquilhar-se para ir trabalhar, a arranjar as unhas, a colocar cremes no rosto e no corpo. Sempre cheirosa.

A minha mãe é a minha grande amiga.

Era ela quem me dava a mão quando o medo chegava e quando os ataques de pânico me apanhavam de surpresa. Era ela quem me conseguia acalmar.

Discutimos à séria mas não conseguimos ficar muito tempo afastadas. Sinto saudades dela mesmo quando ela está.

E hoje, a minha mãe faz anos!

A minha mãe, a melhor mãe que eu poderia ter na vida, faz hoje 65 primaveras mas não lhe dava mais de 45.

Amo-a com todo o meu coração. Para mim, é mesmo a melhor mãe do mundo. Um exemplo de amor.

O meu coração bate com o dela e assim será para sempre.

Peço a Deus que nunca lhe falhe na saúde. Peço a Deus que a recompense pelas maldades de que ainda hoje é vítima. Peço a Deus que nunca me falte.

Tenho os melhores pais do mundo, permitam-me dizer-vos.

E não posso esquecer de salientar o quão boa avó ela é. É a avó mais babada deste mundo.

Não falha com nada nem às filhas nem ao neto.

Dizem que sou parecida com ela. Há fotos dela em adolescente em que de facto somos muito parecidas. Fico toda vaidosa quando ouço “a Filipinha é a cara da mãe!”

É linda. É minha.

O que aqui escrevo sei que vale por três: eu, a minha irmã e o meu sobrinho.

Espero que saibas Mãe, que dentro de nós estão três corações cheios de amor para te oferecer a todo o momento.

Não somos nada sem ela.

Feliz Aniversário minha Mãe. Sê feliz!

13 Julho, 2016

[vc_column][vc_facebook][/vc_column]

6 thoughts on “Para a minha Mãe

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com